CAMPANHA EM GOIÂNIA EM CLIMA DE MOBILIZAÇÃO POPULAR E EDUCAÇÃO POLÍTICA

A campanha do PCB em Goiânia, com Prof. Antônio Neto (21) para Prefeito e Arthur Ramos (21.000) para Vereador, chega na reta final com uma agenda permanente de mobilização pela base e intensificação da interlocução com movimentos sociais e entidades de trabalhadores, estudantis e de luta contra as opressões.

Entendendo os limites dessa democracia burguesa e do bloqueio à participação dos comunistas nesse processo, o partido vem apostando em cada brecha aberta nessas eleições, tendo em vista avançar na organização independente da classe trabalhadora, dialogar com os setores mais atingidos pela ação do Capitalismo na cidade e trabalhar na lógica da educação política do trabalhador e suas organizações. A campanha do PCB fez uma opção clara ao se colocar a serviço das demandas populares, portando-se como instrumento das reivindicações populares, sindicais e estudantis.

Cartas em defesa da educação da UEE – União Estadual dos Estudantes, UNE e UBES

Na última semana, os candidatos foram sabatinados por movimentos populares, se encontraram, receberam e assinaram “Cartas de Compromisso” de várias organizações, dentre elas a Carta em defesa da Ciência e Tecnologia da Associação Nacional dos Pós-graduandos (ANPG), o manifesto dos estudantes secundaristas do Movimento por uma Escola Popular (MEP), as cartas em defesa da educação da UEE – União Estadual dos Estudantes, UNE e UBES –, o compromisso pelo meio ambiente da Associação para Recuperação e Preservação do Meio Ambiente (ARCA), e a Aliança nacional LGBTI+, com os pontos em defesa da causa LGBT.

Manifesto dos estudantes secundaristas do MEP
Carta em defesa da Ciência e Tecnologia da ANPG
Aliança nacional LGBTI+

Outro ponto alto foram as lives realizadas com as candidaturas pela Coordenação Nacional da UJC, pelos núcleos locais do Coletivo Feminista Classista Ana Montenegro e da Corrente Sindical Unidade Classista, bem como a atividade com artistas e movimentos de cultura que dialogam com o PCB e as candidaturas. Também foram construídos documentos em conjunto com trabalhadores de diversas áreas e movimentos de cultura popular, como o Manifesto de Geógrafos e Geógrafas em apoio ao candidato à Prefeitura, Prof. Antônio Neto (21), e o Manifesto de Cineclubistas em apoio ao candidato à Vereados, Arthur Ramos (21.000). A visita a militantes históricos e a denúncia permanente dos crimes da Ditadura reafirmou também a organicidade do Partido e de seus 98 anos de História de luta pelo Socialismo.

Visita à Dirce Machado, militante histórica do PCB
Visita ao Professor e camarada histórico, Horieste Gomes

O Partido não se amoldou à ordem, ao contrário, questionou a ordem, não recuou na defesa de seus símbolos e de sua história para ficar mais “aceitável” à classe trabalhadora, não fugindo do convencimento de nossa classe, não absorveu as regras e o discurso do jogo burguês, negando os interesses e opções de classe, que esses supostos “gestores neutros” defendem. O PCB não cedeu à fácil ilusão de tentar se mostrar como um “bom gestor”, que tem que respeitar os contratos ou as leis fiscais do município, ou mesmo prometer que as eleições podem resolver todos os problemas da nossa classe, nem tampouco dizer que os dilemas de Goiânia são questões “técnicas” a serem resolvidas por medidas administrativas.

Sem ceder um milímetro à despolitização, o PCB disse claramente quem são os inimigos da classe trabalhadora, como se organizam, como se apresentam e quais são as ideias dominantes ligadas à burguesia, que os contratos que aí estão e que só servem à burguesia podem e devem ser rompidos com a força popular, trazendo a memória de lutas sociais que colocaram elementos do ordenamento vigente abaixo, como a luta do Transporte Alternativo e como ela acabou por um tempo com o monopólio privado das Grandes Empresas Transporte.

O partido vem atuando o tempo todo sob a lógica de que não é papel de uma organização de esquerda revolucionária, em qualquer lugar em que se apresente, dizer que há saída para os trabalhadores em parceria com a Burguesia e com o Latifúndio/Agronegócio, em parceria com a Federação das Indústrias (FIEG), com a Associação do grande empresariado comercial (ACIEG), com o CODESE, Grandes Cooperativa Patronais, Sindicato das Empresas de Transporte, Secovi e Faeg.

É deseducador afirmar que uma das soluções para o desemprego na cidade são parcerias – leia-se dinheiro público – para o Sistema S, SESI, Senai, Sebrae. Não se pode fazer a difusão da ideologia do Empreendedorismo, pensamento estrutural que dá suporte ao individualismo, a base da falsa ideia de que o sucesso e o insucesso de cada indivíduo é unicamente sua responsabilidade, tudo isso como forma de naturalização do atual momento de retirada de direitos, destruição da estabilidade, dos sindicatos, do serviço publico, fim de concursos e superexploração do trabalho.

Na lógica da politização à esquerda, a campanha não se intimidou e fez frente ao bloqueio da mídia burguesa, brigando com as empresas de comunicação, exigindo e participando ainda de espaços que garantiram uma boa repercussão ao Programa “Uma Alternativa Socialista para Goiânia”. (Vejam links abaixo com várias entrevistas em TVs, Rádios e Jornais de nosso candidato a Prefeito).

E agora, na reta final, o Partido conclui um processo de abertura de diálogos e possibilidades de avanço na organização popular, fechando um ciclo de visitas aos seguintes bairros da periferia: Bairro da Vitória, Setor São Carlos, Cidade Jardim, Vila Canaã, Vera Cruz 2, Jardim Liberdade, Vila Mutirão, Vila Finsocial e Vila Redenção. Vamos com tudo, em Goiânia é tudo 21!!!

Pelo Poder Popular!

Pelo Socialismo!


Nessas eleições, faça do seu voto um voto de luta! Vote Prof. Antônio Neto (21) para Prefeito e Arthur Ramos (21.000) para Vereador de Goiânia!

Links do Candidato do PCB em Entrevistas em TVs, Rádios, Jornais e Sites:

1. Sabatina feita pelo jornal “O Popular”, afiliado do Grupo Globo (realizada aos 30/09/2020);

2. Rádio Interativa, programa “Falando Sério” (realizado aos 06/11/2020);

3. Sabatina feita pelo TV Brasil Central (realizada aos 28/10/2020);

4. Entrevista pela RBC FM (realizada aos 23/10/2020);

5. Entrevista feita pela TV UFG (realizada aos 22/10/2020);

6. Diário do Estado de Goiás (realizada aos 08/10/2020);

7. Rádio Sagres 730 (realizada aos 28/09/2020);

8. Debate entre candidatos na TV Brasil Central (realizado aos 23/10/2020).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s