O COMITÊ DE BASE DA EDUCAÇÃO BÁSICA DA UC-GO REPUDIA A PERSEGUIÇÃO DO PREFEITO ROGÉRIO CRUZ A DOIS PROFESSORES GREVISTAS

UMA ESTRATÉGIA NÍTIDA DE INTIMIDAÇÃO A CLASSE EDUCADORA MUNICIPAL DE GOIÂNIA.

Os professores da rede municipal de Goiânia, Hugo Rincon e Renato Regis respondem a um Processo Administrativo Disciplinar – PAD, que pode resultar em suas respectivas exonerações. A instauração desse processo está na falsa acusação de ameaça física a Rogério Cruz e danos ao patrimônio, tais alegações foram relatadas durante o protesto no dia 31/03 deste ano. Nesse dia, os grevistas solicitavam o agendamento de uma data para negociação de reajuste salarial, após 14 dias de greve e total descaso do prefeito com às demandas dos profissionais da educação. Ressalta-se que ambos os manifestantes foram detidos de forma truculenta e arbitrária pela guarda civil, e uma professora foi atingida no rosto por um soco desferido por um guarda.

Antes de acionar esse recurso administrativo, a prefeitura, com o apoio de grande parte da mídia goiana, lançou uma campanha de difamação contra esses professores. Várias emissoras informaram que ambos possuíam passagens pela polícia, sugerindo que eles são criminosos e que a sua luta também era injusta, pois já ganhava acima do piso estipulado pelo governo federal, o que é outra grande mentira, visto que contabilizaram suas gratificações e dobras. Em nenhum momento as fichas policiais desses servidores foram contextualizadas, visto que era inoportuno mencionar que essas passagens são frutos de ações grevistas dos mesmos.

Após manchar a reputação deles, e abafar o soco no rosto que uma das grevistas recebeu, o prefeito resolve acelerar o PAD de Hugo Rincon e Renato Regis. Comumente, abre primeiro uma sindicância para a apuração dos fatos e, posteriormente, um PAD.

A afobação do prefeito é compreensível. Ele não cumpriu o acordo celebrado com o SINTEGO. Rogério Cruz enganou abertamente a classe educadora e agora, temendo uma nova onda de greves que pudesse repercutir na possível candidatura de sua esposa a um cargo no legislativo, escolheu esses dois grevistas como bodes expiatórios para criar um clima de terror entre os educadores.

E na atual conjuntura, recusar-se a apoiar esses dois grevistas é assinar nossa rendição a esta gestão teocrática que se instalou no paço municipal. É por isso que exigimos o imediato arquivamento do PAD!

É por isso que solicitamos contribuições para o custeio jurídico para a defesa de Hugo Rincon e Renato Regis:

https://www.vakinha.com.br/2958127

PIX (CPF): 01430686103 (Hugo Alves Rincon).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s